Estamos sempre ao teu dispor.
Entre em contacto connosco.

Image Alt

UTSF Testemunhos

[mkdf_section_title position=”center” title_separator=”yes” title_tag=”h2″ disable_break_words=”no” title=”TESTEMUNHOS NA 1ª PESSOA” title_separator_color=”#ff9c00″]
[mkdf_elements_holder holder_full_height=”no” number_of_columns=”one-column” switch_to_one_column=”” alignment_one_column=”right”][mkdf_elements_holder_item horizontal_alignment=”right” item_padding=”100px 150px 100px 400px” item_padding_1280_1600=”99px 116px 144px 359px” item_padding_1024_1280=”99px 82px 144px 343px” item_padding_768_1024=”100px 90px 145px 270px” item_padding_680_768=”103px 75px 147px 245px” item_padding_680=”100px 31px 140px 31px”][mkdf_section_title position=”right” title_separator=”yes” title_tag=”h2″ disable_break_words=”no” text_tag=”p” text_font_weight=”” title=”Jérôme Rodrigues” text=”O UTSF faz parte de todos os que já a tenham realizado. Não é uma prova que se esquece, é uma prova que fica gravada e transforma as pessoas. Sou suspeito porque sempre admiti que o UTSF tal como o UTAX, eram as minhas provas favoritas. O UTSF é a “prova“ das provas de Endurance. Oferece-nos tecnicidade desde o primeiro metro de prova. Não creio que seja uma prova para os mais velozes ou temperamentais, é uma prova que se ajusta a quem gosta de Natureza. Assim que iniciamos a Freita, como todos a conhecem, o resto do mundo passa para segundo plano. Tive oportunidade de fazer a “Freita Antiga“ quando a distância máxima ainda eram os 70 km, e fiquei rendido. Voltaria lá, passado 2 anos, realizar a distância Elite 100k, que me ofereceu tudo o que já conhecia anteriormente e mais 30 km de aventura. Quando falo em Endurance, admito, no contexto português, é o UTSF que me surge de imediato. Mas as boas provas não surgem do nada, há que reconhecer todo o trabalho que está por detrás do conceito do UTSF, só assim se explica que vá já para a sua 15° Edição. A Freita é, por isso, mais velha do que nós! A maioria dos que fazem parte da comunidade de entusiastas por esta disciplina do desporto em montanha ainda não sabia o que era o Trail quando o UTSF nasceu.“” title_color=”#000000″ text_margin=”14px” title_separator_color=”#ff9c00″]
[/mkdf_elements_holder_item][/mkdf_elements_holder]
[mkdf_elements_holder holder_full_height=”no” number_of_columns=”one-column” switch_to_one_column=”” alignment_one_column=”right”][mkdf_elements_holder_item item_padding=”150px 400px 100px 100px” item_padding_1280_1600=”99px 116px 144px 359px” item_padding_1024_1280=”99px 82px 144px 343px” item_padding_768_1024=”100px 90px 145px 270px” item_padding_680_768=”103px 75px 147px 245px” item_padding_680=”100px 31px 140px 31px”][mkdf_section_title position=”left” title_separator=”yes” title_tag=”h2″ disable_break_words=”no” text_tag=”p” text_font_weight=”” title=”Sofia Roquete” text=”Freita Demolidora! Este devia ser o slogan, e com ele deviam piscar luzes de aviso, a todos os ingénuos que caem na esparrela de lá por os pés, mas tudo bem eu compreendo, na minha primeira vez, disse a mim mesma que nunca mais voltaria a fazer aquela brincadeira e olha tenho voltado todos os anos a tentar lutar para acabar com um pouco mais do que a minha dignidade. A Freita tem ganho sempre, após 4 participações, ainda não consegui tirar prazer daquele sofrimento, a Freita tira me toda a força… Mas então porque voltas? – Volto porque aquela dureza é de ficar com o queixo caído, o rio/ribeiros, escarpas é tudo tão imponente, a vista na maior parte das vezes só alcança montanha pura e dura, impressionante, não há palavras que possa descrever aquela beleza e se não bastasse a dureza do desnível, a tecnicidade do terreno dá conta de nós, e para juntar a isso uma prova em finais de Junho, não dá grandes espectativas quanto ao calor, é um passeio pelo “portal do inferno“ (alusão a uma das muitas subidas da prova) Mas correr e ouvir o Moutinho a gritar -“a dor é passageira a glória é eterna“! Ou será!? “Dos frascos não reza a história“!? A plenos pulmões, dá um nó na garganta e a vista fica embargada. Freita é Freita, dura como não conheço mais nenhuma! E como tenho dito todos os anos, não volto lá mais! Alguém acredita nisto!? Nem eu!!!” title_color=”#000000″ text_margin=”14px” title_separator_color=”#ff9c00″]
[/mkdf_elements_holder_item][/mkdf_elements_holder]
[mkdf_elements_holder holder_full_height=”no” number_of_columns=”one-column” switch_to_one_column=”” alignment_one_column=”right”][mkdf_elements_holder_item horizontal_alignment=”right” item_padding=”100px 150px 100px 400px” item_padding_1280_1600=”99px 116px 144px 359px” item_padding_1024_1280=”99px 82px 144px 343px” item_padding_768_1024=”100px 90px 145px 270px” item_padding_680_768=”103px 75px 147px 245px” item_padding_680=”100px 31px 140px 31px”][mkdf_section_title position=”right” title_separator=”yes” title_tag=”h2″ disable_break_words=”no” text_tag=”p” text_font_weight=”” title=”Alice Lopes” text=”UTSF a minha prova, o meu grande desafio ano após ano. UTSF 100k é uma prova magnífica, numa serra magnífica onde os responsáveis da prova nos tiram o folgo por tão magnânimos trilhos. A diversidade de trilhos também eleva a prova, temos de tudo, rio, trilhos corriveis , trilhos não corriveis que para quem nunca fez a prova ê sempre um grande desafio. Já fui muitas vezes criticada por dizer que os 100 k não são só “ mais 35k que os 65k“, mas para perceberem o que eu digo só mesmo sentir. Há coisas que não se exprimem por palavras, sentem-se com todos os sentidos e o Ultra Trail Serra da Freita 100k é sem dúvida uma delas. Obrigada a todos os responsáveis por tamanha obra.” title_color=”#000000″ text_margin=”14px” title_separator_color=”#ff9c00″]
[/mkdf_elements_holder_item][/mkdf_elements_holder]
[mkdf_elements_holder holder_full_height=”no” number_of_columns=”one-column” switch_to_one_column=”” alignment_one_column=”right”][mkdf_elements_holder_item item_padding=”150px 400px 100px 100px” item_padding_1280_1600=”99px 116px 144px 359px” item_padding_1024_1280=”99px 82px 144px 343px” item_padding_768_1024=”100px 90px 145px 270px” item_padding_680_768=”103px 75px 147px 245px” item_padding_680=”100px 31px 140px 31px”][mkdf_section_title position=”left” title_separator=”yes” title_tag=”h2″ disable_break_words=”no” text_tag=”p” text_font_weight=”” title=”Guilherme Lourenço” text=”Freita é aquela sensação de descoberta, onde nunca sabemos o que poderá vir a seguir. Uma viagem louca nos trilhos nas íngremes encostas da Freita.

” title_color=”#000000″ text_margin=”14px” title_separator_color=”#ff9c00″]

[/mkdf_elements_holder_item][/mkdf_elements_holder]
[mkdf_elements_holder holder_full_height=”no” number_of_columns=”one-column” switch_to_one_column=”” alignment_one_column=””][mkdf_elements_holder_item item_padding=”0″ item_padding_1280_1600=”14px 0 0 0″ item_padding_1024_1280=”20px 0 0 0″ item_padding_768_1024=”30px 0 0 0″ item_padding_680_768=”41px 0 0 0″ item_padding_680=”59px 0 0 0″][mkdf_clients_carousel number_of_visible_items=”3″ slider_loop=”yes” slider_autoplay=”yes” slider_navigation=”no” slider_pagination=”no” items_hover_animation=”switch-images”][mkdf_clients_carousel_item target=”_self” image=”3723″ hover_image=”3726″ link=”#”][/mkdf_clients_carousel_item][mkdf_clients_carousel_item target=”_self” image=”3568″ hover_image=”3569″ link=”#”][/mkdf_clients_carousel_item][mkdf_clients_carousel_item target=”_self” image=”3724″ hover_image=”3725″ link=”#”][/mkdf_clients_carousel_item][/mkdf_clients_carousel]
[/mkdf_elements_holder_item][/mkdf_elements_holder]
a
ELITE 100KM | ULTRA 65KM | TRAIL 29KM | MINI 15KM
‘A FREITA’ … VEM CORRER ‘ONDE TUDO COMEÇOU’.
ESCOLHE A TUA DISTÂNCIA!